Páginas

sexta-feira, 11 de setembro de 2009

MATRIOSKAS - Nova paixão do flickr

"Apesar de seu papel de destaque no riquíssimo artesanato em madeira da Rússia e de algumas versões do brinquedo já serem conhecidas no país desde o século XVII, as matryoshkas têm sua origem no Japão e apareceram apenas recentemente na arte folclórica russa: há pouco mais de cem anos.
Em 1890 um protótipo do brinquedo, representando um sábio budista, foi trazido do Japão e presenteado à legendária família de comerciantes Mamôntov, grandes patrocinadores das artes no virar do século.
Usando a boneca japonesa como modelo, o artesão Vassily Zvyôzdotchkin e o pintor Serguei Malútin criaram então a primeira matryoshka russa, batizando-a apropriadamente com uma variação do nome russo Matryona, que deriva de mat' (mãe).
Apresentada ao mundo com grande sucesso no pavilhão do Império Russo na exposição internacional de 1900 em Paris, desde então a matryoshka vem ocupando legiões de artesãos ao longo de sua movimentada história
". (fonte: http://www.girafamania.com.br/)

Uma matrioshka, matriochka ou matrioska (em russo матрёшка ou матрешка, Matryoshka) ou boneca russa é um brinquedo tradicional da Rússia, constituída por uma série de bonecas, feitas de diversos materiais, ainda que o mais frequente seja a madeira, que são colocadas umas dentro das outras, da maior (exterior) até a menor (a única que não é oca). A palavra provém do diminutivo do nome próprio Matryona.
Conta a história que um senhor que esculpia e vendia bonecas uma vez fez uma boneca tão bonita que não quis vendê-la, levou-a para a sua casa e colocou-a no seu criado mudo, dando a ela o nome de Matrioshka (maezinha). Todas as noites antes de dormir, perguntava à Matrioshka se ela estava feliz. Até que certa noite a Matrioshka lhe pediu um bebê. Então o senhor esculpiu uma boneca menor chamada Trioshka, serrou a Matrioshka e colocou o bebê dentro dela. Mas logo na noite seguinte, a Trioshka também pediu um bebê. E lá se foi o senhor e fez uma boneca e colocou dentro da Trioshka, desta vez dando-lhe o nome de Oshka. Assim seguindo o caminho das outras, na noites seguinte Oshka pediu um bebê e lá se foi novamente o senhor fazer mais um bebê. Só que desta vez pensando que isso não iria acabar mais, o senhor fez o bebê e desenhou rapidamente um bigode nele e o chamou de Ka, garantindo que seria homem e não iria pedir um bebê novamente”
. (Fonte: Wikipedia)

De repente, as matrioskas tomaram conta do flickr.com. Há milhares delas espalhadas pelos vários grupos e galerias. De madeira, de tecido, pintadas, bordadas, regionalizadas. É interessante de se ver.
Eu pedi às minhas amigas do grupo Matrioskas do Brasil licença para expor algumas fotos aqui:

1. Sonho de moça - http://www.flickr.com/photos/inusitadabijuterias/



2. Simone Dias Artes - http://www.flickr.com/photos/simonediasbijoux/



3. Bunica Chica - http://www.flickr.com/photos/silvia-feltsartesanato/



4. Gigi Arteira - http://www.flickr.com/photos/gigi-arteira/



5. Honorita - http://www.flickr.com/photos/honorita/



6. Carla Paranhos - http://www.flickr.com/photos/carlaparanhos/



7. Rustika - http://www.flickr.com/photos/designrustika/



8. Artes da Pri - http://www.flickr.com/photos/artesdapri/



9. Amo Fuxico - http://www.flickr.com/photos/amofuxico/



10. Malatri – http://www.flickr.com/photos/mallatri/



11. Trapo Inssano - http://www.flickr.com/photos/trapoinssano/



12. Sweet Scrap - http://www.flickr.com/photos/sweetscrap/



13. Mari Cute - http://www.flickr.com/photos/artedamari/



Eu tinha que escolher algumas pessoas e apenas um trabalho de cada uma, o que foi muito difícil. Garanto a vocês que uma visita a cada uma dessas galerias, e a todas as outras do grupo, será uma viagem inesquecível pelo mundo das matrioskas. Há versões inesperadas, cores inesquecíveis, modelos interessantíssimos para serem vistos.

Devo confessar que eu também me rendi às matrioskas. Adorei trabalhar com feltro, uma experiência nova para mim, que faço artesanato há tanto tempo. Mas o flickr é isso, estamos sempre aprendendo e aceitando desafios:



E essa é a ultima que criei, a "Mãe Carinhosa", carregando seu bebezinho às costas, dentro de um cestinho de crochê:



Amo fazer matrioskas. Cada uma parece que me traz uma sensação nova, as carinhas são sempre diferentes e cada uma fica mais bonitinha que a outra (coisa de mãe coruja). A combinação (às vezes descombinação, rsrs) de cores também é muito interessante.

Visitem o flickr.com, procurem o grupo Matrioskas do Brasil (http://www.flickr.com/groups/matrioskas_do_brasil/) e divirtam-se.

Quem sabe vocês não fazem uma matrioska personalizada? Terei o máximo prazer em divulgá-la aqui. Neli Alves

4 comentários:

  1. Amei todas!!!! bjs e obrigada por divulgar a minha!!!
    Bjs
    Silvia (Bunica Chica)

    ResponderExcluir
  2. Não chenhecia direito a história delas.... Muito legal. E como são tão fofinhas impossívelao se apaixonar. E vc postou uma seleçao muito linda. Bjos

    ResponderExcluir
  3. Lindas matrioskas......................
    Todas fofas...
    Deus continue abençoando!

    ResponderExcluir
  4. Anônimo7/6/13 20:31

    http://achatcialisgenerique.lo.gs/ cialis acheter
    http://commandercialisfer.lo.gs/ cialis pas her
    http://prezzocialisgenericoit.net/ cialis prezzo
    http://preciocialisgenericoespana.net/ cialis venta

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita.Deixe o seu recadinho e eu responderei.

IntenseDebate Comments - Last 5

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.