segunda-feira, 3 de outubro de 2011

Imagem do Google
 
Mesmo sabendo da greve, precisei ir ao banco agora pela manhã. Acho a pior instituição brasileira - bancos. Todos eles, sem execeção. Nenhum respeito pelos clientes. 
E hoje, com a greve, o que vi me deixou maluca. Muitos caixas eletrônicos lotados e apenas um terminal carregado com cédulas. Uma fila interminável para saques. E o que é pior: dia de pagamento de benefício do INSS e muita gente sem nenhuma experiência de lidar com senhas e cartões. Todos idosos, aguardando que APARECESSE uma alma caridosa e os ajudasse. 
Nenhum funcionário do banco. 
Os mais desesperados - afinal, eles comem com essa miséria que recebem, pediam a qualquer um na fila que os ajudasse. Total falta de segurança. 
Eu não ajudo, acho muito perigoso. E se some o pouco dinheiro que eles tem? Vou sentir-me eternamene culpada. 
Os olhares eram de fazer dó. Alguns vem de longe, da zona rural, para pegar uma miséria que nem vai dar até o meio do mês. Mas pertence a eles, tenhem todo direito a ela. Nem sabem como colocar o cartão na máquina, nem entendem o que é senha. 
Gente, eu sai de lá quase chorando, após mais de 40 minutos de espera e correndo o risco de que a quantia que havia no terminal ACABASSE antes que todos fossem atendidos. JÁ aconteceu isto comigo. Acho que vou voltar a guardar o meu pobre dinheirinho debaixo do colchão, como faziam meus avós. Banco... argh... Bjks.

Um comentário :

  1. É, Neli, a gente entende os bancários, mas não temos nada com eles não terem outro forma de negociar! Afinal, se colocarmos nosso dinheirinho " embaixo do colchão" quem irá pagar o salário deles???? É triste mesmo ver o pessoal sofrendo por este salário mínimo que o Governo (eles ganham "pouco" !!)diz que é suficiente para o brasileiro viver!!! Mas vamos torcer para que esta agonia acabe logo... beijo
    Ivelise

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita.Deixe o seu recadinho e eu responderei.

IntenseDebate Comments - Last 5

Ocorreu um erro neste gadget